Se teu próximo pecar, ajude-o a se corrigir

Como você deve se comportar quando seu próximo pecar? O que fazer diante dessa grande descoberta? Quando eu era novo convertido, não sabia o que fazer. Com pouca informação sobre o assunto, acredito que você procuraria o pastor ou um obreiro que ajuda no discipulado de membros.

Um dia eu vi uma Obreira abraçado a um rapaz e segurando uma garrafa de cerveja. Eu vi e achei estranho e conversei com um Obreiro que me discipulava, o que eu tinha visto. Em nenhum momento vi a Obreira bebendo a cerveja, mas eu a vi segurando a garrafa na mão.

O Obreiro conversou com a Obreira, (não sei como foi e nem o que foi falado) que não gostou de eu ter dito a ele sobre o que eu vi. Ela chegou até a mim e me repreendeu pra eu tomar cuidado. Me senti ameaçado e mal. Fugi dela na igreja. Eu não sabia se tinha feito certo ou errado e nem sei o que o Obreiro falou pra ela.

Meu desejo é aqui no blog explicar alguns hábitos, seja bons ou ruins que a gente aprende quando novo convertido, seja por que viu as pessoas fazerem ou por ser mal orientado. Será sempre reflexões para que não cometa esses erros no futuro.

O que a Bíblia nos ensina sobre corrigir a pessoa que peca?

Antes de tudo, recomendo grandiosamente que leia as cartas de Paulo, onde deixa diversas orientações de comportamento para os gentios (povos e nações que não são o povo israelita), que fica de exemplo para nós.

Em Gálatas 6 NVT, o Paulo nos orienta assim:

1 Irmãos, se alguém for vencido por algum pecado, vocês que são guiados pelo Espírito devem, com mansidão, ajudá-lo a voltar ao caminho certo. E cada um cuide para não ser tentado.
2 Ajudem a levar os fardos uns dos outros e obedeçam, desse modo, à lei de Cristo. 
3 Se vocês se consideram importantes demais para ajudar os outros, estão apenas enganando a si mesmos.

Ou seja, quem é batizado com o Espírito Santo (o Consolador e aquele que convence o homem do pecado) deve guiar, orientar, ajudar, aquele que peca, ou que cai em tentação, a voltar ao caminho certo, fazer o que é certo, com mansidão.

Em nenhum momento na bíblia há orientação para chamar a atenção do pecador com ofensas ou humilhações. Mas com mansidão.

E mais, que cada um cuide-se para não ser tentado, ou seja, preste atenção naquilo que o seu próximo pecou, para que ao ser tentado, não peque.

E aquele que está sendo repreendido, ou ajudado, receba a exortação (orientação) de coração aberto. Tenha dentro de si que essa repreensão vem da parte de Deus.

“… Deus vos trata como filhos; pois que filho há que o pai não corrige? Mas, se estais sem correção, de que todos se têm tornado participantes, logo, sois bastardo e não filhos”. (Hb 12.7,8).

“Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado” (Hb 3:13).

Pra fechar, todo aquele que erra, vai e deve ser repreendido e orientado, seja pelo pastor, amigo, obreiro ou pelo Próprio Espírito Santo, por que a final de contas …

“… Deus corrige a quem ama”. (Hb 12.5,6).

Obr. Alexandre Fernandes
Cruv