A Graça não é de Graça

A Graça é um tesouro de preço inestimável, pois é um presente conquistado na cruz pelo sacrifício do Senhor Jesus. No entanto, tem sido vendida como uma mercadoria barata em feira livre, anunciada aos gritos pelos vendedores. Essa falta de entendimento quanto a esse princípio tão fundamental à fé se transformou em um câncer na Igreja atual, pois tem corroído o temor e a disciplina espiritual no Corpo de Cristo.

Será que a graça de Deus permite viver a vida cristã livre da justiça, da misericórdia e da fé do Reino de Deus? Claro que não! O que era pecado no Antigo Testamento continua sendo pecado no Novo Testamento, por que Deus não mudou o Seu caráter. Quem usa a graça de Deus como desculpa pra libertinagem, na verdade, não nasceu de Deus e não possui Sua natureza, por que, se a possuísse, entenderia o quanto custou para o Senhor Jesus o perdão dos nossos pecados.

O Senhor que proporciona a graça e escreve o nosso nome no Livro da Vida é o mesmo que, ao ver essa graça sendo rejeitada, pela recusa de uma vida na disciplina da fé, pode remover nosso nome de lá.

Diante disso, entendemos que a Salvação é a pela graça, mas não é de graça. Temos um preço a pagar, que se chama renúncia da própria vontade. É essa obediência integral, que é o jogo do Senhor Jesus, que precisamos tomar se, de fato, fomos salvos.

Do livro Como vencer suas guerras pela fé. pág.153-155.